5 de mai de 2014

Teenage Dream - 45


Blaire's P.O.V
Volto contigo à terra da ilusão, mas o lar de meus pais levou-o o vento e se levou a pedra dos umbrais o resto é esquecimento: procurar o amor neste deserto onde tudo me ensina a viver só e a água do teu nome se desfaz em sílabas de pó é procurar a morte apenas, o perfume daquelas longínquas açucenas abertas sobre o mundo como estrelas: despenhar no meu sono de criança inutilmente a chuva da lembrança. Acordar, acender o rápido lampejo na água escusa onde rola submersa como o lodo no Tejo a vida informe, peso dúbio desse cardume denso ou leve que nasce em mim para morrer no mar da noite breve; dormir o pobre sono dos barbitúricos piedosos e acordar, acender os tojos caudalosos nesta areia lunar ou, charcos, nunca mais voltar. Acordo em meio a sonhos estranhos, não sei se realmente sonhos ou tristemente pesadelos sufocados pelo amargo da cidade. Procuro entre as faces risos verdadeiros, mas, só vejo costas distantes. nada de mãos quentes. 


Como se fosse a ponta quebrada de uma engrenagem frenética, girando, girando, tonto, enjoado. tudo gira quando paro. Engulo os cheiros, os sabores me entranham. pileques , venenos, devaneios, nada de seios. Esse repugno natural se explica nas disparidades. fazer o que é entendível nem sempre é o vigente sabor. O ardor do tal cosmopolitano é oprimido pela nostalgia e destruído por reais sentimentos, bucólicos, mas com bem menos teatro. A resposta grita, silenciosa, com todas as mascaras no chão, retornando ao contexto prévio da vida: efetivamente ser. A beira do mar espero que as ondas, Levem minha tristeza. Minhas mágoas, Minhas angústias, Meu desamor Meus desejos, Meus sonhos roubados. Estou me perdendo nessa realidade, Nem sei mais o que escrevo. Quando fecho os olhos é a sua imagem que me vem, Sua imagem sorrindo para mim, Sorriso que não me deixa, Tento inutilmente arrancar essa imagem da mente. E por mais que eu me esconda, revivo o passado, E ainda sinto o desejo. Sem entender o que deu errado. Se abre comigo, me fale o que se passa com você, Quero te entender, me conte seus sonhos, seus prazeres, Seus segredos, seus medos... 

Eu sei que talvez todas as histórias terminam, e nem todas, Tem final que se espera. Eu deveria entender que felicidade é feita de momentos. E naqueles momentos eu fui feliz, Talvez fosse para ser assim, Acho que não era para você ser meu. Mas minha alma não se contenta, em não tê-lo comigo, De tê-lo perdido, Esse amor é fogo que me queima, E ao mesmo tempo água que me invade, me afogando. Ou vento que me carrega e me lança. Palavras, palavras, não expressam o amor que existe em mim, A noite está tão linda, o céu estrelado, e você não está aqui. Preciso te ver, te olhar nos olhos, mais uma vez, E dizer o que meu coração, não aguenta mais guardar, Dentro dele, o quanto te amo, e te quero. As minhas doces companheiras, Voltam a percorrer o meu rosto, vindas dos meus olhos, já sem vida. No reflexo que vem do espelho, já não me reconheço. Foi numa noite como essa que tive seu carinho, Que te senti meu. Se algum dia puder ler essas palavras, Não me peça desculpas... 

Não se desculpe, por não ter sonhado como eu. Jamais entenderá. Achei que o amor seria a fonte das alegrias da minha vida! Que engano. E agora nada mais me importa, Não te verei amanhã, E nem depois de amanhã, O que mais importa? Se não sou eu ao seu lado, Se seu sorriso não é mais para mim, Tanto faz, Não é o meu corpo, que o seu aquece, Seus beijos, não são mais para mim, Nada mais importa, Se não tenho você. Meu amor, este coração não tem mais palavras para expressar o quanto sofre... Desde aquela tarde em que meus olhos encontraram os teus, ele modificou-se completamente! Foi quando derramei a primeira lágrima por você. Uma lágrima de medo, de ansiedade, de ternura, uma lágrima de amor! Desde então, tudo começou e aí, outras lágrimas vieram.. 

Lágrimas de felicidade, de desilusão, de perdão... Lágrimas de uma separação! Já se passaram tantos anos e este coração teima em te amar tanto; em te querer cada dia um pouco mais; em ter você a cada compasso... Este coração não esqueceu das mágoas, das dores, das lágrimas de sofrimento que enfim passou... Mas também não esqueceu deste grande amor... Da simplicidade, da ternura e das lágrimas de felicidade que um dia você provocou! Esta não é a primeira lágrima que derramo por ti, esta, é a pior de todas. Choro por você meu amor, pelo desespero de saber que está tão longe de mim... que não há retorno, pois outras vidas dependem de nós.

 Por isso meu querido haverão outras lágrimas, derramarei por você lágrimas de saudades, de uma esperança perdida no tempo, lágrimas de uma grande e eterna solidão! Choro, choro porque não te tenho choro porque você não está aqui comigo sinto uma coisa muito forte Não consigo parar de pensar em você, Toda vez que penso em você uma lágrima percorre meu rosto e meu coração insiste em gostar mais e mais de você tento disfarçar, fingir que não te amo mais, fingir que não ligo mais para você, Mas meu coração grita, ele fala mais alto Insiste em me fazer te amar Sei que a distância nos atrapalha Mas a vida é cheia de obstáculos Sinto muito, por não estar com você Sinto muito, pela distância que rompeu nosso namoro, mas nada e nem a distância podera matar o meu amor que sinto por você!! nada mesmo E obrigado por existir, no meu coração e na minha vida. 

Agora que estamos separados, de desejo toda a felicidade do mundo, mesmo que essa pessoa não seja eu, te desejo toda felicidade do mundo. Para você e quem estiver com você, porque quem ama de verdade, só quer ver a felicidade e não apenas para prender! Obrigado por existir. Cheia de saudades, me deito, rolo na cama Mas o sono não chega... Sinto falta do teu beijo, do teu cheiro... No meu peito ficou essa vontade de te querer tanto Um amor imenso, leva-me ao desespero Quando mesmo te querendo nego que te quero... Quando sonho contigo, com teu abraço Fico confusa, não sei o que faço Domina-me esse teu olhar Penetrante e apaixonado... Essa forma tão tua de amar Sinto saudades de cada momento, Cada porção de felicidade Que vivi ao teu lado. Daria tudo por um beijo teu agora Com a face molhada pelas lágrimas Cheia de saudades, de desejos de ser amada Adormeço pensando em Ti.

~ + ~

Então minhas gostosas, estão gostando da fanfic? Espero que sim em. Em breve, mais uma maratona pra vocês ok? Avisando novamente que provavelmente até o capitulo 50 vai ser de saudades, certo? Eu prometo postar rápido, pra vocês não ficarem enjoando desses textos chatos, que dão até preguiça de ler. Bieberkiss

Nenhum comentário:

Postar um comentário