9 de mai de 2014

Impossible Love - 11

 


[...]

Acordei com alguem alisando meu corpo, abri os olhos e encontrei Justin sorrindo para mim.

Jus: bom dia -ele me selou-
Eu: bom dia
Jus: vem, vamos tomar um banho, temos um dia longo hoje -ele se levantou e eu me levantei em seguida-
Eu: o que vamos fazer ?
Jus: eu e os meninos andamos pesquisando, e encontramos uma joalheria aqui.
Eu: e ?
Jus: hoje será o primeiro dia em que você e Miley entraram em ação -eu sorri-
Eu: não brinca, sério ?
Jus: sim, você está mesmo anciosa ?
Eu: claro que sim
Jus: Cait e Jas não gostam muito disso -disse ele ligando o chuveiro-
Eu: porque não ?
Jus: elas querem uma vida normal, não uma vida que tenha que se esconder, que roubar, matar
Eu: eu já penso o contrário, eu odeio minha vida normal
Jus: no começo é um mar de maravilhas, mas depois você se cansa de ser um criminoso
Eu: será ?
Jus: eu sou a prova disso
Eu: porque entrou para o mundo do crime ?
Jus: por causa de meu pai. Ele fazia parte do crime desde os 16 anos. Ele começou a namorar a minha mãe e daí ela acabou engravidando. Quando o inimigo de meu pai descobriu da minha existencia, ele sequestrou minha mãe e mantem dela de refem até hoje. -ele abaixou a cabeça- desde pequeno eu tive que aprender a me virar sozinho, já que meu pai não tinha tempo para mim. Eu cresci no mundo do crime, quando tinha 12 anos, eu fugi de casa, os meus amigos que estão hoje comigo, são desde a infância, eles fugiram comigo. Nós queriamos uma vida normal, mas meu pai passou tudo o que ele tinha em meu nome, ele deixou de ser criminoso.
Eu: e porque você é um criminoso ?
Jus: meu pai foi ameaçado de morte, assim como toda a minha familia, James, era o nome do homem que quase matou todos de minha familia e sequestrou minha mãe. Eu não larguei do crime porque quero me vingar de James e sua gangue, quero ver ele queimando no inferno -ele disse com raiva-
Eu: nesse caso eu irei te ajudar, o que precisar, conta comigo -passei a mão em seu rosto-
Jus: não quero te por em risco
Eu: mas eu quero me arriscar por você -ele sorriu-
Jus: eu te amo -ele grudou nossas testas-
Eu: eu te amo mais -o beijei-
Jus: nunca irei te deixar ir -ele me abraçou forte-
Eu: as coisas podem mudar Jus
Jus: mesmo se mudarem, meu sentimento por você será dificil de acabar -sorri-
Eu: digo o mesmo

Ficamos mais um tempinho namorando até que fomos tomar nosso banho, rolou umas gracinhas, mas nada alem disso, pois estavamos exaustos. Depois que terminamos eu sequei meu cabelo, passei meus cremes e me troquei. Justin arrumou seu cabelo e depois se trocou tambem. Eu dei uma ajeitada na cama e depois descemos, o pessoal estava todo na mesa conversando e tomando café da manha.

Eu: bom dia
Todos: bom dia
Jus: obrigada por nos esperarem -disse ironico e se sentou, eu me sentei ao seu lado-
Chaz: de nada amigão do meu coração -ele disse em um tom feminino e mandou beijo no final-
Miley: idiota -rimos-
Jus: mudando de assunto -ele revirou os olhos- hoje entraremos em ação
Jas: é, Chris comentou comigo, mas e aí, vamos todos ?
Jus: sim
Cait: Justin, nós somos em oito, são muitas pessoas
Jus: eu sei, é por isso que entrará apenas os meninos
Jas: e as meninas ?
Jus: olha, será o seguinte, eu e os meninos entraremos na loja. Como seria muito arriscado nós mesmos sairmos dirigindo, cada uma de vocês ficarão em um carro. Quando sairmos vocês já devem estar com o carro ligado para que possamos sair o mais rápido
Eu: e as cameras ? -Justin riu-
Jus: esse é o menor dos problemas, temos um certo ''controle'' com as cameras, desligaremos as mesmas antes de entrarmos, as de dentro, nós mesmo destruíremos
Eu: vocês são um genio
Ryan: sabemos disso -eu ri-
Miley: mas terá simulação ?
Jus: não, o roubo de hoje será muito fácil, é quase impossivel de dar errado
Miley: ok então
Jus: sabe dirigir né Miley ?
Miley: obvio que sei -eu a olhei-
Eu: sabe né Miley, lembra da ultima vez ? -começamos a rir-
Jus: o que houve da ultima vez ?
Miley: eu estava voltando da casa de uma amiga com a Sn, aí eu tinha bebido um pouco, eu acabei perdendo o controle e bati em um poste, o carro ficou todo amassado, mas não nos machucamos, como o carro ainda andava, eu saí pela rua novamente com o carro amassado, quando cheguei um casa, disse para meus pais que um cavalo entrou na frente do carro -ela riu-
Eu: só isso Miley ?
Miley: ai Sn, como você é chata, bom, eu não tenho carteira de habilitação, eu fiz o teste mas não passei
Jus: isso não é problema, seu incrivel namorado pode cuidar disso
Miley: pode Chaz ?
Chaz: claro que posso -ele beijou o canto da boca dela-

Continuamos comendo e conversando, depois que terminamos o café tiramos a mesa, lavamos as coisas e fomos para o galpão, passamos o resto da tarde lá, os meninos planejavam as estrategias, eu e as meninas escolhiamos os carros, eles recarregavam armas, arrumavam papeis, desligavam as cameras, enfim, tinhamos muitas coisas para fazer.

[..]

Já era de noite, 20:00pm, para ser exata, finalmente tinhamos terminado o trabalho no galpão, combinamos mais algumas coisas e depois cada um subiu para seu quarto, assim que chegamos no nosso, Justin se jogou na cama.

Jus: eu estou exausto
Eu: eu tambem -me joguei na cama- vamos sair daqui que horas mesmo ?
Jus: 02:00am
Eu:  preciso dormir -fechei meus olhos  na tentativa de dormir, mas sinto alguem me pegando no colo-
Jus: banho primeiro
Eu: ah não Jus, me poe no chão
Jus: você precisa relaxar, um banho quente resolve isso
Eu: acho que preciso mais do que um banho pra relaxar -ele sorriu-
Jus: você quer me matar né ? -eu gargalhei-
Eu: não, e se  eu querer, irei te matar de outra forma -sorri-
Jus: eu estou cansado -ele me pôs no chão-
Eu: eu tambem -fiz bico- mas eu queria brincar
Jus: Sn Carrie Adams ? é você mesmo ? certeza que não é a alma e o cerebro de uma viciada em sexo ? -eu ri-
Eu: tabom, não precisa, eu tenho mãos alguns brinquedos mesmo -sorri maliciosa-
Jus: adoraria ver -ele sorriu-
Eu: só ver ? mais nada ? -disse me despindo-
Jus: depende -Justin tambem se despiu- só quero se hoje tiver algo diferente
Eu: tipo ? -disse entrando no box-
Jus: tem tantas maneiras -ele beijou meu pescoço e me pegou no colo-
Eu: e meu banho ?
Jus: depois

[..]

Eram 01:55am, estavamos deitados na cama conversando, iriamos descer quando desse 02:00am

Jus: eu não dormi nada -eu ri-
Eu: porque não quis
Jus: você é quem estava toda assanhada aí
Eu: desculpa tá ? -eu o selei-
Jus: se desculpar de quê ? foi a melhor, a melhor noite de todas !a mais selvagem, a mais carinhosa, a melhor
Eu: eu estou dolorida -ele riu fraco-
Jus: porque ?
Eu: experimentei coisas diferentes hoje, bem diferentes, acha que eu estaria normal ?
Jus: sorte que eu já estou acostumado
Eu: é, sorte mesmo -disse ironica-
Jus: queria que eu fosse virgem ? -ele disse rindo-
Eu: pelo menos você não ficaria esfregando na minha cara que teve muitas experiencias
Jus: desculpe ok ?
Eu: tá -ele me beijou-
Jus: vamos ?
Eu: -suspirei- vamos

Eu me levantei, fui até o espelho e ajeitei meu cabelo, em seguida fui até a porta, Justin veio por trás de mim e beijou meu pescoço.

Jus: ta gostosa, hum, e cheirosa -eu me virei, beijei seu pescoço-
Eu: você ta cheiroso, e hum, gostoso sempre foi -ele riu-

Descemos e o pessoal nos esperava lá embaixo. Ryan distribuiu uns aparelhos de comunicação, Chris colocou nos meninos uns negocios para eles se cominucarem e finalmente estavamos prontos. Cada um foi para seu carro.

Jus: posso dirigir ?
Eu: claro, mas não vai te atrapalhar ?
Jus: não
Eu: ok, então pode -ele sorriu-

Entramos nos carros, dessa vez eram carros normais, para que pudessemos nos misturar. Todos deram partida e por fim saímos. O caminho todo Justin foi com uma mão em minha coxa. Fomos conversando, ouvindo musica.











continua ?

2 comentários: