2 de mai de 2014

Impossible Love - 5

http://2.bp.blogspot.com/-IGy95oZqMVU/T6MnE_4W1fI/AAAAAAAAO40/-L258ARTomM/s640/capa-facebook-escrita-frases-musicas-techos-deus-pascoa-cenoura-cute-paix%C3%A3o--amor-brushes-illustra%C3%A7%C3%B5es-fuck-yeahhgif-download-FREBIEScandy-tumblr-nails%2Btumblr-cute-candy-brushes-photoscape-by-thata-schultz0041236ppo.png
Maratona, topam ?

Acordei com uma pequena quantidade de luz no quarto, olhei para o lado e a Sn ainda dormia feito um anjo, o que eu estou  falando ? que coisa gay. . Me desviei de meus pensamentos e me levantei, peguei minhas roupas que estavam jogadas no quarto e comecei a vesti-las, assim que estava pronto, dei uma ajeitada em meu cabelo, fui até onde Sn estava e passei a mão pelo seu rosto, eu não podia sair sem explicação, teria que fazer algo, então olhei em volta e encontrei um caderninho em cima de uma prateleira e do lado havia uma caneta, peguei os mesmos e escrevi:

''Desculpe sair sem me despedir, mas eu preciso ir, terei que ficar muito tempo fora, então acredito que a gente nunca mais irá se ver, as duas noites, ou melhor, três noites que tive com você serão inesqueciveis, pois ninguem me deixou tão cansado como você -risos- mas é isso, provavelmente a gente nunca mais saiba um do outro, para ninguem sofrer, acho melhor você me esquecer, mas será impossivel, pois eu sou encantador. . . .  se cuida, se algo acontecer com você me ligue xxx-xxxx , mas só se for algo urgente, não quero te ver em perigo . .  agora que você me conhece, as coisas mudam um pouco, então cuidado...
                xoxo: Justin''

Sim, aquela carta estava bem boba, mas eu realmente estava dizendo a verdade, eu iria viajar no dia seguinte, eu amei as nossas noites e não quero ver ela em perigo, deixei a 'carta' ao lado dela,pensei mais um pouco e decidi que deixaria um revolver para ela, fui até seu closet e coloquei o revolver dentro de uma gaveta de lingerie, junto com outra carta, voltei beijei sua bochecha e por fim saí do quarto dela. Andei pelo enorme corredor á procura de Chaz, até que achei um quarto que a porta estava aberta, entrei no mesmo e lá estava Chaz dentro da Miley, ele estava abraçando sua cintura, eu ri daquela cena. Me aproximei mais deles e comecei a cutucar o Chaz, ele rapidamente abriu os olhos, se assustando e se cobrindo eu ri.

Chaz: o que foi ? -ele disse baixo-
Eu: precisamos ir embora
Chaz: depois eu vou
Eu: não, temos que ir agora ! amanha viajaremos
Chaz: para onde ?
Eu: não sei, mas temos que nos afastar
Chaz: porque ?
Eu: não posso ficar perto da Sn
Chaz: porque não ?
Eu: é dificil, agora vamos -disse e bati em seu ombro-
Chaz: mas e a Miley ? -ele olhou para ela-
Eu: se apaixonou foi ?
Chaz: não sei, ela é encantadora, perfeita !
Eu: iih, pelo visto não sou o unico -disse quase em um sussurro-
Chaz: o que ? você disse que eu não fui o unico ? ta apaixonado pela Sn ? não acredito
Eu: por isso tenho que me afastar, não posso me apaixonar
Chaz: mas eu não posso me afastar da Miley
Eu: afz, depois a gente resolve, agora precisamos ir -disse indo até a porta- não acorde ela, precisamos sair sem eles perceberem
Chaz: tabom

Saí do quarto e fechei a porta, suspirei fundo e voltei ao quarto de Sn, ela ainda dormia, fui até ela e beijei sua testa, como eu abandonaria ela ? como iria deixar um anjo sozinho no mundo ? como eu sou tão burro ? Pensei em milhares de coisas e logo escutei alguem bater na porta, era o Chaz, eu me levantei e fui até ele, descemos, e fomos direto para a garagem, ele entrou no carro dele e eu no meu, demos partida e por fim saímos. Eu fui o caminho todo pensando na Sn, eu acho que realmente havia me apaixonado por ela, mas eu não posso, me apaixonar outra vez é uma das piores coisas que eu irei fazer.

Justin Off

Sn On
Acordei com a luz do sol invadindo o quarto, abri meus olhos lentamente e me virei para o outro lado da cama, olhei em volta e Justin não estava mais ali, fui até o banheiro e nada, desci  e nada tambem, fui até a garagem e seu carro não estava mais ali, eu então subi novamente para meu quarto e me joguei na cama, senti algo me cutucando , coloquei minha mão em baixo de mim e vi que ali havia uma carta, eu a abri e estava escrito :

''Desculpe sair sem me despedir, mas eu preciso ir, terei que ficar muito tempo fora, então acredito que a gente nunca mais irá se ver, as duas noites, ou melhor, três noites que tive com você serão inesqueciveis, pois ninguem me deixou tão cansado como você -risos- mas é isso, provavelmente a gente nunca mais saiba um do outro, para ninguem sofrer, acho melhor você me esquecer, mas será impossivel, pois eu sou encantador. . . .  se cuida, se algo acontecer com você me ligue xxx-xxxx , mas só se for algo urgente, não quero te ver em perigo . .  agora que você me conhece, as coisas mudam um pouco, então cuidado...
                xoxo: Justin''

Eu fiquei triste quando li aquilo, percebi que uma lagrima escorreu por minha bochecha, eu peguei meu celular salvei o numero dele e guardei aquela carta. Fui até o banheiro tomei um banho gelado e saí enrrolada na toalha, fui até o closet, abri minha gaveta de lingerie, assim que tirei um conjunto dali notei algo estranho, me enrrolei novamente na toalha e vasculhei a gaveta, eu não estava acreditando, ali havia um revolver, era o que eu tinha usado para atirar naqueles caras, eu peguei a arma e em baixo dela havia uma carta, a abri e estava escrito:

''Não sei se estarei sempre perto de você para poder te defender, então aceite isso como um presente, você já aprendeu a usar e sei que saberá muito bem se defender sozinha..''

Mais uma lágrima se escorreu por meu rosto, porque eu fui me apaixonar por um cara que conheci em uma balada ? Guardei a arma e vesti minha lingerie, procurei por uma roupa e achei uma linda, a peguei e vesti, deixei meu cabelo solto, com as ondas perfeitas de sempre,  fiz uma make básica, peguei meu celular e fui até o quarto de Miley, ela não estava na cama, ouvi o barulho do chuveiro então me joguei na cama dela e fiquei esperando ela sair do banheiro. Minutos depois ela saiu já arrumada, assim que olhei para seu rosto notei uma pequena tristeza em seu olhar. Ela veio até mim e eu a abracei.

Eu: o que foi Miles ?
Miley: o Chaz, me deixou
Eu: ele tambem ?
Miley: como assim ?
Eu: o Justin tambem me deixou -Miley deitou na cama e começou a chorar-
Miley: eu pensei que o Chaz me amasse, pensei que iriamos ter alguma coisa, ele foi tão carinhoso comigo, parecia que ele me amava
Eu: eu tambem pensei isso sobre o Justin, o Chaz te deixou algo ?
Miley: apenas um bilhete escrito que iria ter que viajar e não sabia que iriamos nos ver novamente
Eu: só isso ?
Miley: ele tambem deixou isso -ela pegou algo na gaveta, era um revolver tambem-
Eu: Justin tambem me deixou isso 
Miley: nos apaixonamos por criminosos ? -eu ri-
Eu: acho que sim -ela se sentou e ficou me encarando- 
Miley: e agora ?
Eu: bola pra frente ?
Miley: é o certo ?
Eu: não sei, mas no momento não consigo pensar -ela riu e e abraçou-
Miley: não importa se iremos ver eles de novo, não importa se estamos em perigo, nunca irei te deixar
Eu: nem eu Miley, melhores amigas lembra ?
Miley: -ela olhou para nossa tatuagem- nada irá nos separar -eu ri-
Eu: vamos ao  starbucks ? estou com fome
Miley: eu tambem estou, vamos sim

Nos levantamos e descemos, peguei a chave de meu carro e saímos, no caminho fomos cantando feito loucas, assim que chegamos descemos e entramos no starbucks, pedimos uns cookies e dois cappucinos, ficamos conversando e finalmente chegou, comemos e ficamos conversando.

Eu: Miley
Miley: fala -disse comendo um pedaço do cookie-
Eu: quero fazer outra tatuagem
Miley: outra ?
Eu: sim
Miley: mas de amizade ?
Eu: não, quero fazer uma sei lá, diferente
Miley: hmn, gostei, vou fazer uma tambem
Eu: então, bora ?
Miley: demorou 

Eu já havia comido,  Miley tomou o ultimo gole de seu cappuccino, eu paguei e fomos novamente para o tatuador, assim que chegamos entramos, decidimos o que riamos fazer, eu iria fazer essa e um coração médio desenhado de preto e pintado de preto na parte de trás de meu joelho, Miley fez apenas essa. As tatuagens ficaram lindas, eu paguei e depois fomos para o carro.

Miley: amei nossas tatuagens
Eu: eu tambem
Miley: agora que vamos ter que ''esquecer'' o Justin e o Chaz, o que acha de fazermos alguma coisa no cabelo ?
Eu: otima ideia

Dei partida no carro e fomos até o salão, assim que chegamos logo nos atenderam, ficamos decidindo o que iriamos fazer até que chegamos em um acordo, depois de horas ali no salão finalmente estavamos prontas, Miley pintou seu cabelo de loiro escuro, tirou as pontas e fez algumas mechas com um castanho mais escuro, ficou LINDO. Eu decidi tirar um pouco desse loiro, puxei algumas mechas castanho escuro e manti o comprimento, eu cortei franja, mas não franjinha, franja mesmo. Eu pintei ele de loiro mesmo, era só um pouco mais escuro, ficou quase o mesmo jeito do da Miley, mas não exatamente igual. Depois de pagar voltamos ao carro e eu dei partida, assim que chegamos em casa notei que havia um carro diferente andando pela rua, eu nunca tinha visto esse carro aqui, era uma ferrari vermelha, os vidros eram bem escuros, o carro passava lentamente em frente á minha casa, eu entrei com o carro, descemos e entramos, eu subi para o meu quarto e peguei minha arma, deixei ela um pouco mais fácil de se encontrar, desci e fui até a cozinha, preparei o jantar, fiz macarronada com almondegas, subi até o quarto onde Miley estava e a chamei. Eu desci em seguida e fui pegar meu prato, tinha acabado de colocar a comida em meu prato, estava indo pra sala quando meu celular toca, eu deixei meu prato em cima da mesinha de centro e peguei meu celular, era minha mãe.

Ligação On:
Eu: oi mãe
Mãe: oi filha, tudo bem por aí ?
Eu: sim mãe, tudo otimo, e aí ?
Mãe: mais o menos
Eu: como assim ?
Mãe: eu já comprei suas coisas, e só falta resolver mais alguns negocios da empresa que voltarei
Eu:  ah sim, e quanto tempo isso levará ?
Mãe: em três dias tudo terá se resolvido
Eu: tudo bem, mãe
Mãe: fala
Eu: eu posso viajar com a Miley ?
Mãe: pra onde ?
Eu: não sei, mas eu já enjoei de ficar aqui
Mãe: tá, ok, pode, mas irá ficar quanto tempo fora ?
Eu: um mês
Mãe: tudo isso ?
Eu: ué, temos que aproveitar mãe, somos jovens
Mãe: ok ok, um mês só viu ?
Eu: tabom, bom, vou desligar, manda um beijo para o papai
Mãe: mando sim, mas você vai viajar quando ?
Eu: amanha bem cedo, agora tenho que desligar, beijos amo vocês
Ligação Off

Deixei meu celular no sofá e comecei a comer, logo Miley chega com seu prato e começa a comer.

Eu: eu acabei de falar com minha mãe
Miley: e . . ?
Eu: os meninos disseram que iriam viajar não é ?
Miley: sim
Eu: ela deixou eu viajar com você, ma apenas um mês
Miley: que demais -disse empolgada- mas vamos com os meninos ?
Eu: poderíamos ligar para eles, aí quem sabe eles nos deixei ir com eles
Miley: ai amiga, tomara que deixem, eu tentei esse dia todo esquecer o Chaz, mas é impossivel -eu ri-
Eu: é dificil mesmo, então depois que comermos eu ligo para o Justin ok  ?
Miley: ok

Terminamos de comer e depois lavamos nossos pratos, ficamos jogadas no sofá assistindo bob esponja e comendo brigadeiro até que nos lembramos da ligação, eu peguei meu celular disquei o número de Justin e fiquei esperando ele atender.

























continua ?

4 comentários: