18 de jan de 2014

Virtual Love - 16,17,18,19 e 20!


Eu: Claro, mas, porque quer dormir comigo? - Liguei o abajur -
Drew: Não me sinto bem dormindo sozinho no meu, vai que seu irmão entra lá e me mata?
Eu: Idiota! Deita aí. - Ri pelo nariz e dei espaço na cama -
Drew: Obrigado princess.
Eu: Não foi nada sapo. - Ri e ele beijou meu nariz -

Virei de costa e ficamos de conchinha. Ele abraçou minha cintura e eu sorri imediatamente, quem é que não gosta disso? Eu estou adorando bem! Haha, desliguei o abajur e assim dormi.

[....]

Flashback (on)
- Você não pode me deixar, você me prometeu. - Dizia ele enquanto eu chorava.
- Você tem outra pessoa, que pode cuidar de você, agora.
- Mais acontece que ela não é você Stella!
- Eu não quero saber Justin, você que quis assim, e assim vai ser.
- Você prometeu que iria ficar comigo. - Resmungou com a voz falha, querendo chorar.
- Não chora, por favor.
- Não faz assim comigo Stella, não me deixa!
- Eu preciso!
- O que você precisa é ficar comigo.
- Você não entende Justin..
- O que eu não entendo? Que você me odeia? - Falou chorando. Aquilo me partiu.
- Eu não te odeio, não é nada disso, é que agora você tem uma família.
- E o que tem haver?
- Eu vou ser uma intrusa no meio de vocês.
- Você nunca é intrusa.
- Justin, eu preciso ir.
- Vai me deixar mesmo? - Falou desesperado.
- Eu não posso ficar. Eu amo você.
Flashback (off)

MAIS QUE MERDA É ESSA? FAMÍLIA PORRA? Ai meu Deus, calma. Levantei, desci as escadas e fui tomar um copo d'água. Eu irei deixar o Justin? Não estou entendendo.. Eu prometi à ele que nunca o deixaria, e essa promessa nunca vai ser quebrada, ele pode confiar em mim.

[....]

Drew P.O.V
Vi que a Aisha estava se mexendo muito, ela estava suando, respiração pesada, foi quando ela levantou do nada e sussurrou um "Mais que merda é essa? Família porra? Ai meu Deus, calma.."

Do que ela está falando?

Logo ela saiu do quarto e desceu as escadas, sim, eu vou saber o que está acontecendo, eu preciso saber o que está acontecendo com ela, ela não pode estar assim por nada. E.. Que família? Ela estava tomando um copo d'água, com uma expressão assustada. Liguei a luz e ela me viu lá, deu um pulo pra traz.

Eu: Calma princess. - Ri pelo nariz -
Aisha: Desculpa, é que eu tive um sonho estranho..
Eu: É, eu sei.
Aisha: Sabe?
Eu: Escutei você sussurrando algo como família.
Aisha: Ah, é. - Respirou pesado -
Eu: Me conta como foi o sonho..
Aisha: Eu quero guardar ele só pra mim.
Eu: Amigos não guardam segredos!
Aisha: Não é segredo, é um pesadelo.
Eu: Tá né, quando se sentir melhor, pode me contar.

[....]

All That Matters

Uh- oh, tão certo como as estrelas no céu
Eu preciso de você para me mostrar a luz
Não apenas para a sua vez, por um longo tempo
Melhor acreditar

Uh- oh , quando você não está na minha presença
Parece que eu estou perdendo minhas bênçãos , sim
Então eu dormir com a luz do dia, ficar acordado a noite toda
Até que você está de volta, yeah, yeah

Você acha que eu sou preconceituoso
Para meu companheiro
Você bater bem na cabeça
Só está faltando a minha amante

Tem um monte de textos em meu telefone e eu não responder
Os próximos oito barras dizer porquê

Você é tudo o que importa para mim
Sim, sim, não está preocupado com ninguém
Se não for você, eu não sou eu mesmo
Você me faz completo

Você é tudo o que importa para mim
Sim, sim, o que é uma cama de um rei , sem uma rainha
Não há nenhum "eu " na equipe
Para me fazer completa
Você é tudo o que importa para mim

Pegue o gás para fora do carro , não irá conduzir
É assim que eu me sinto quando você não está ao meu lado
Quando eu acordo de manhã sob você, e só você

Uh- oh , eu sou grato por sua existência
Fiéis não importa a distância
Você é a única garota que eu vejo
Do fundo do meu coração, por favor , acredite

Você é tudo o que importa para mim
Sim, sim, não está preocupado com ninguém
Se não for você, eu não sou eu mesmo
Você me faz completo

Você é tudo o que importa para mim
Sim, sim, o que é uma cama de um rei , sem uma rainha
Não há nenhum "eu " na equipe
Para me fazer completa

Você é tudo o que importa para mim
Yeah, yeah, yeah, yeah
Você é tudo o que importa para mim
Yeah, yeah, yeah, yeah
Você é tudo o que importa para mim

- Aisha, você é tudo que importa para mim.

Sussurrei, deixando uma lágrima cair. Como pude deixar isso acontecer? Me apaixonar pela minha melhor amiga? Eu deveria ser castigado por isso, deveria ser uma lei proibida!


O que você faz comigo Aisha?

Desci as escadas e fui para a sala, fiquei assistindo televisão, enquanto o resto do povo dormia. A campainha começou a tocar, e eu fui atender. Quando vejo a Selena na minha frente. Quê?

Eu: Amor?
Sel: Oi bebê, que saudades.
Eu: Também, tudo bom?
Sel: Tudo, e com vocês?
Eu: Tudo ótimo.
Sel: Não vai me convidar para entrar?
Eu: A casa não é minha, mas..
Sel: Obrigada.
Eu: O que veio fazer aqui?
Sel: Vim ficar com você.
Eu: Que bom.
Sel: É. - Olhou para cima - Olá Stella, prazer em te conhecer.
Aisha: O prazer é todo meu.
Eu: Bom, já se conhecem né.
Aisha: É..
Sel: Desculpe estar na sua casa, é que eu fiquei com saudades do Justin.
Aisha: Não se preocupe.
Eu: Eu ia voltar para te trazer, mais você foi mais rápida. - Sorri -
Sel: É.
Eu: Tá fazendo o que Aisha?
Aisha: Procurando um modo de perguntar se ela quer alguma coisa. - Ri -
Eu: Um copo d'água, acertei?
Sel: É, eu vou querer um copo de água, por favor.
Eu: Isso!
Sel: - Riu pelo nariz - Besta.
Aisha: Vou pegar, fique à vontade Selena.
Sel: Obrigada.

Sorriram uma para a outra e a Aisha se retirou para ir pegar a água da Selena. Sentei do seu lado e fiquei fazendo carinho no seu cabelo negro e fino, eu realmente estava com saudades da minha garota. Vocês podem dizer "Mais vocês não se veem à apenas uns dois dias.." Errado! Ela estava em turnê, e eu também. Demorou muito para nos vermos, é a maior dificuldade para conseguir isso.

Aisha: Aqui sua água.
Sel: Obrigada.
Eu: Hum..
Sel: Sua casa é muito linda Stella.
Aisha: Obrigada. - Sorriu -
Sel: Aqueles desenhos, quem é que faz eles?
Eu: São muito bonitos.
Aisha: Eu, aprendi com minha mãe, ela é artista.
Eu: Incrível.
Sel: Lindos mesmos.
Aisha: Obrigada gente. - Ela corou -
Eu: Ops, acho que alguém está com vergonha. - Apertei suas bochechas -
Sel: Para com isso, machuca! - Riu -

Eu estou me sentindo melhor que ninguém, minhas duas garotas estão se dando bem, e isso não é nada normal, então eu quero aproveitar enquanto tenho as duas. E com certeza, Selena não veio aqui só para matar as saudades, ela precisa me dizer algo muito importante mesmo.

Eu: Sel, você veio aqui para dizer alguma coisa? - Sorri largo -
Sel: Só estou me sentindo mal, com saudades..
Eu: Oh, não se preocupe. Logo eu saio daqui, para ficar com você.

Olhei para Aisha que ficou incrédula com o que eu disse, mais não demonstrou muito. Eu apenas à conheço. Beijei a testa da Selena e sussurrei em seu ouvido, um eu te amo sincero e confuso, mas, ela não percebeu minha distração ao falar aquilo, eu realmente ando muito desligado, preciso relaxar.

Para esquecer meus problemas!

Não que Aisha e Sel sejam meus problemas, eu só estou confuso entre as duas, elas são mulheres incríveis, e o homem que tiver Aisha, vai ser um homem sortudo. E eu sou, por ter a Sel também.

Aisha: Alguém vai querer café da manhã?
Eu: Eu vou, estou morto de fome.
Sel: Eu também, a viajem foi um pouco longa e demorada.
Eu: Ah, Aisha?
Aisha: Sim?
Eu: Tem como a Sel ficar aqui? Em algum quarto?
Sel: Justin! Não precisa se preocupar Stella.
Aisha: Não Selena, sem problemas nenhum. Tem dois quartos de sobra.
Eu: Tá vendo amor? Ela não se importa.
Sel: Tá bem.


[....]


Subi as escadas da casa e entrei no meu quarto, tirei a roupa e peguei uma toalha, entrei no banheiro e tomei um banho relaxante. Fiz minhas higienes e enrolei minha toalha na cintura, enquanto saía do banheiro cantarolando alguma merda sem sentido. Vi a Selena passar junto da Aisha, sorri e me vesti.


Passei meu perfume e ajeitei bem meu topete lindo e maravilhoso. Guardei a toalha num canto pra secar e fiquei me olhando no espelho.. Estou gato, é claro né?! Justin Bieber é um delícia.


Aisha P.O.V
Realmente, Selena estava apenas com ciúmes. Ela é legal, não tenho do que reclamar dela, além de ser a namorada do amor da minha vida, tudo bem né, dá pra aguentar um pouco.. Tá, eu fiquei triste quando Justin falou para a Selena "Oh, não se preocupe. Logo eu saio daqui, para ficar com você." Ele disse que ficaria aqui comigo, mais tá né, ele tem uma vida pessoal, então devo respeitar seus direitos.

Selena me ajudou a desfazer a mesa e lavar, enxugar e guardar os pratos. Conversamos um pouco e Justin subiu as escadas, fazer o que? Tomar banho, provavelmente. Conversamos de variados assuntos, até que ela me pediu para fazer alguns quadros daqueles, que tem na minha sala, pra ela pôr em sua nova casa.

Eu: Mais assim, você vai querer de que?
Sel: Pode ser um do Justin? Eu quero um que dure bastante.
Eu: Claro, colorido ou preto e branco?
Sel: A cor que você achar melhor. - Sorriu sincera -
Eu: Eu acho colorido difícil com ele, mas, fica bem legal também.
Sel: É.
Eu: Você é bem simpática, diria que estava com ciúmes por telefone? - Ri pelo nariz -
Sel: Oh, e eu peço desculpas por aquilo.
Eu: Tudo bem, não se preocupe.
Sel: Você também, e és bem divertida.
Eu: Obrigada.
Sel: Você tem namorado?
Eu: Ah, eu não gosto dessas coisas. Quero dizer, eu não tenho namorado.
Sel: Então está solteira? Mas, como?
Eu: Isso foi um elogio?
Sel: Uhum. - Rimos - Você é baixinha.
Eu: Ao seu contrário. - Sorri - Altas são sexys. - Rimos -
Sel: Baixinhas são gostosas. - Ri alto -
Eu: Você já pensou em ter filhos com ele?

Eu realmente nem pensei antes de perguntar isso para ela, mais era uma dúvida que cercava minha cabeça dia e noite, isso estava me perturbando, desde aquele sonho estranho.


Selena P.O.V
Eu não sou uma pessoa má, eu tenho ciúmes do meu namorado, como qualquer pessoa tem do seu. A Stella é uma pessoa legal, divertida, eu gostei dela. Não tem como não rir. Depois do café, o Justin subiu as escadas e eu fiquei para ajudar a Stella. Conversamos, e chegamos à um assunto estranho.

Ste: Você já pensou em ter filhos com ele?
Eu: Nós já pensamos muito nisso, apesar de jovens.
Ste: É, vocês realmente são jovens.
Eu: Porém, eu estou tendo enjoos ultimamente.
Ste: Wow! - Sorriu simpática - Uma etapa completa.
Eu: É, mais não é nada legal vomitar. - Rimos -
Ste: Uhum. Quer ver seu quarto?
Eu: Claro.

Peguei minhas malas que estavam na sala, à espera de um lugar para ficar, e voltei. Subimos as escadas e passamos pelo quarto do Justin, que estava de toalha. Rezei para a Aisha não vê. Sei que ela não é fura-olho (Sabe, nossa, o quanto você sabe kkk), mas, ele tem dona né?

Ste: Aqui está seu quarto! - Abriu a porta, me surpreendendo -
Eu: É muito lindo!
Ste: Aproveita e leva uns quadros meus que tem aqui.
Eu: Com certeza.


Ste: Se precisar de alguma coisa chama.
Eu: Ok, obrigada.
Ste: Ah, tem um banheiro dentro, é suíte.
Eu: Wow! É incrível.
Ste: Obrigada.

Se retirou do quarto e eu coloquei algumas malas no canto do quarto, entrei no banheiro e tomei um banho delicioso, eu precisava relaxar nessa banheira perfeita que tinha aqui dentro. Lavei meu cabelo com uns shampoos de hidratação para cabelo que tinham aqui, entrei na banheira que já estava cheia e me afoguei ali dentro, para relaxar. Usei uns cremes de hidratação para o corpo, e finalmente terminei meu banho, me secando com a toalha e voltando para o quarto.

Quando ia abrir minha mala, para pegar uma roupa, pontadas no estômagos começaram a se devastar por minha barriga. Corri para o banheiro e vomitei, tudo que tinha direito. Ah, odeio comer à toa. Lavei a boca e escovei os dentes, com uma escova nova que tinha ali, num kit fechado (lacrado) e me arrumei.

Selena Gomez

Saí do quarto, após fechar minhas malas e abrir as cortinas daquele lindo quarto, desci as escadas e fui direto para a sala, encontrando com o Justin vendo TV, entediado.

Eu: Não tem nada pra fazer amor?
Jus: Não.
Eu: Poderíamos sair com a Stella, o que acha?
Jus: Boa ideia.
Eu: Ok, vou chamar ela.
Jus: Uhum.

Subi as escadas novamente, cara, isso cansa demais! Como alguém aguenta subir e descer isso todos os dias, várias e várias vezes? Procurei por seu quarto, e vi ela terminando de se arrumar, ótimo.

Eu: Stella?
Ste: Sim?
Eu: Vamos sair, eu, você e o Justin?
Ste: Estava indo à um parque, mas, eu vou sim.
Eu: Ok, termina aí e desce, estamos esperando.
Ste: Certo.

Desci as escadas e sentei no sofá com o Justin. Ficamos namorando um pouco, e conversamos, até que vimos a Stella descer já arrumada, agora sim podemos ir dar uma voltinha.


Aisha P.O.V
Assim que deixei a Selena em seu quarto e fui para o meu, tomei um banho rápido e sequei meu cabelo, penteei-o e procurei por uma roupa legal, hoje quero ir à um parque!


Quando estava terminando de me arrumar, a Selena aparece aqui no quarto para me chamar para sair com eles, aceito e ela desce as escadas, dizendo que estão me esperando. Passei uma maquiagem básica (Mentirosa) e um perfume, ajeitei meu cabelo de novo e desci as escadas, vendo eles conversarem.

Eu: Pronto!
Sel: Podemos ir?
Jus: Claro!
Eu: Ok.

Ele pegou a chave do mesmo carro de ontem, e nós entramos. Selena veio atrás comigo, pois queria conversar algumas besteiras, eu gostei dessa garota! Chegamos em uma praça, e ele estacionou.

Eu: Vamos ficar aqui mesmo?
Jus: Uhum.
Sel: Vem!
Eu: Já estou indo.
Jus: Cuida Stella.
Eu: Shiu! - Rimos e eu saí do carro -
Sel: Eu quero sorvete!
Eu: Eu também! - Olhamos para o Justin -
Jus: Quê? Porque tão me olhando assim?
Sel: Compra sorvete para nós? - Fizemos carinha de anjo -
Jus: Vocês não têm dinheiro?
Eu: E o seu lá faz falta?
Jus: E o seu também?
Eu: Ah, por favor! O meu é para andar nos parques.
Sel: E o meu também. E o resto ficou lá na Stella.
Jus: Tá, tá, tá, tá. - Falou igual o professor girafales -
Eu: Calma professor linguiça.
Sel: Chaves? - Assenti e rimos -
Jus: Vocês querem de que?

Selena já sabia de que queria, era de morango, então só sobrou eu para pensar bem e escolher meu precioso sorvete. Escolhi misto, de creme e chocolate. Ele quis de uva.

Eu: Eba! Obrigada.
Sel: Obrigada amor.
Jus: Não foi nada, Cinderela e Branca de Neve.
Eu: Húh! Odeio a Cinderela.
Sel: E eu a Branca de Neve.
Jus: Vocês são exatamente iguais.
- Não, nós não somos iguais. - Falamos em coro
Jus: Não disse?
Eu: Ela quis sorvete de morango.
Sel: E ela de creme e chocolate.
Jus: Vocês.. - Fez uma pausa - São muito onda.
Eu: Era sol que me faltava.
Sel: Sol é o que falta para o Justin, ele não quer ser negão?
Eu: Bom, mesmo se ele se bronzear, não ficará negro, e sim camarão.
Sel: É mesmo. - Rimos e ele fez biquinho -

Tá, a carinha de choro que ele fez me atraiu sim, tudo nele me atrai. Selena beijou o biquinho dele, sim, eu fiquei com ciúmes, mais eu não demonstrei, apenas continuei rindo e tomando meu sorvete gostoso e expresso. Depois ficamos andando, era Justin e Selena de mãos dadas e eu enganando o mundo.

That Should Be Me

Todo mundo está rindo na minha mente
Os rumores se espalhando
Sobre esse outro cara


Você faz o que você fez

Quando você fez comigo ?
Será que ele te amar do jeito que eu posso?


Você se esqueceu de todos os planos

Isso que você fez comigo?
Porque baby , eu não fiz


Isso deveria ser eu, segurando a sua mão

Isso deveria ser eu, fazendo você rir
Isso deveria ser eu , isso é tão triste
Isso deveria ser eu, que deveria ser eu


Isso deveria ser eu , sentindo seu beijo

Isso deveria ser eu , comprando -lhe presentes
Isso é tão errado, eu não posso continuar
Até você acreditar, que deveria ser eu
Isso deveria ser eu


Você disse que precisava

Um pouco de tempo para os meus erros
É engraçado como você usou esse tempo
Para ter me substituído


Você acha que

Eu não iria vê-lo no cinema ?
O que você está fazendo comigo
Você levá-lo onde usamos para ir


Agora, se você está tentando quebrar meu coração

Está funcionando , porque você sabe


Isso deveria ser eu, segurando a sua mão

Isso deveria ser eu, fazendo você rir
Isso deveria ser eu , isso é tão triste
Isso deveria ser eu, que deveria ser eu


Isso deveria ser eu , sentindo seu beijo

Isso deveria ser eu , comprando -lhe presentes
Isso é tão errado, eu não posso continuar
Até você acreditar, que deveria ser eu


Eu preciso saber deve

Eu luto por amor ou desarmar
Está ficando mais difícil para proteger
Essa dor no meu coração, oh


Isso deveria ser eu, segurando a sua mão

Isso deveria ser eu, fazendo você rir
Isso deveria ser eu , isso é tão triste
Isso deveria ser eu, que deveria ser eu


Isso deveria ser eu , sentindo seu beijo

Isso deveria ser eu , comprando -lhe presentes
Isso é tão errado, eu não posso continuar
Até você acreditar, que deveria ser eu


Segurando sua mão , que deveria ser eu

Ah, eu fazendo você rir , oh baby
Oh, que deveria ser eu , oh yeah


Isso deve estar me dando-lhe flores

Isso deveria ser eu, falando por horas
Isso deveria ser eu, que deveria ser eu
Isso deveria ser eu


Nunca deveria ter deixado você ir

Eu nunca deveria ter deixado você ir
Isso deveria ser eu


Nunca deveria ter deixado você ir

Isso deveria ser eu
Nunca deveria ter deixado você ir?

Eu não estou feliz, eu quero chorar.

Eu não vou aguentar segurar esse choro por tanto tempo, então farei algo para que eu possa. Tropecei de propósito em meus próprios pés, e cai com força no chão, derramando meu sorvete, tá, isso não foi planejado. Comecei a chorar, estava doendo tanto fisicamente, quanto emocionalmente.

Sel: Ai meu Deus Justin!
Jus: Stella? Você está bem? Ai meu Deus. - Me ajudou a levantar -
Sel: Você tá bem?
Eu: Eu estou muito machucada, e meu sorvete se foi.


Choraminguei, eu cortei minha boca, e meu nariz quase quebrou, eu juro. Eu deveria ter chorado sem fazer isso mesmo, e responder que era saudade da minha mãe. Sentamos em um banco e eu peguei o guardanapo que veio acompanhado do sorvete, e limpei meu lábio ensanguentado. Merda!

Jus: Como você caiu?
Sel: Foi tudo tão rápido, eu só ouvi a pancada.
Eu: Eu tropecei em meus pés.
Sel: Wow. Seu lábio dói?
Eu: Não tanto quanto meu corpo e nariz.
Sel: Quando chegar em casa, vamos cuidar disso.
Jus: Com certeza.

Assenti, eu devo estar parecendo uma bebê chorona agora. Eu nunca mais vou planejar algo desse tipo, se sempre dá errado, porque há de eu planejar novamente, achando que vai dar certo?!

Não, eu não estava bem. Cara, se você olha para mim, você começa a rir. Eu devo estar a cara da tris, a cara da tristeza. Ah que horror, está tudo doendo, e eu quero outro sorvete!

Eu: Compra outro sorvete pra mim?
Jus: Tá.

Ele se retirou e eu fiquei massageando alguns locais que estavam machucados. Eu já devia imaginar que essa bosta não ia dar certo, como eu pude ser burra assim. Ainda sinto vontade de chorar.

Sel: Agora não tem como você ir no parque comigo. - Fiz biquinho -
Eu: Tem sim, eu não estou machucada no bumbum. - Ri -
Sel: Sério? - Sorriu largo e eu assenti - Que bom. - Me abraçou -
Eu: Ai. - Gemi e ela me soltou -
Sel: Desculpe.
Eu: Tudo bem.

Ela sentou ao meu lado no banco e ficamos conversando enquanto esperávamos o Justin voltar com meu outro sorvete. Avistei ele vindo em nossa direção com um igual. Sorri.

Jus: Tá aí, senhorita sorvete.
Eu: Obrigada.
Jus: Não tem mais como você ir para os parques.
Eu: Ah, mais tem sim.
Sel: É, ela vai sim.
Eu: Eu nem machuquei meu bumbum..
Jus: Mais está dolorida.
Eu: Nada demais.
Jus: Você tá de brincadeira comigo?
Eu: Não.
Jus: Então porque chorou?
Eu: Porque doeu na hora.
Sel: Justin, tá bom não é? Tudo tá resolvido.

Obrigada Selena, só Deus sabe onde essa discussão chegaria. Tomei meu sorvete andando com eles e fomos para o Surf. Aquele parque de diversões legalzinho, eu gosto de ir lá. Pagamos o ingresso que custou 20 dólares para ir em todos os parques (Ganhamos a pulseira), e prontinho.



Eu: UUUUUUUUUUUUUUH! Haha.
Sel: UHUUUL!
Jus: Eu.. eu.. - Começou a suar frio -
Eu: Não me diga que você tem..
Jus: Medo de altura. - Completou minha frase e se agoniou -
Eu: Justin!

O repreendi e ele se aquetou, logo o brinquedo parou e fomos para o Ranger! Adoro esse parque, talvez nesse o Justin se cague mesmo, pois ele é um medroso. Sorri e sentamos..



Atacaram o negócio da cadeira, para ficarmos firmes e não cair, que nem a menina que saiu voando e morreu, é, trágico. Acabou e descemos, depois tomamos um pouco de água, e fomos para o Paratrooper, quero ver o Justin aguentar esse daqui agora, ele já está quase morrendo sem ar.

Eu: UHUUUUUUUUUUUUUL, É CARAI!
Sel: ISSO AÊE PORRA, UHUL!
Jus: AAAAAAAAAAH! - Rimos dele, e depois continuamos a gritar -

Estava sendo um dia ótimo para mim, bom.. Pelo menos parte dele não é. Estava tudo muito divertido, até o brinquedo parar e o Justin sair correndo de lá, ai que menino paranoico. Agora vamos na Montanha Russa!

Jus: Sério isso?
Eu: Uhum.
Sel: É óbvio amor.
Jus: Vocês só podem estar de brincadeira comigo.
Eu: Que nada.
Jus: Preciso ir?
Sel: E vai deixar duas damas sozinhas, nesse daí?
Jus: Eu tenho medo.

Fizemos cara de anjo e ele continuou a se negar, de ir conosco. Fizemos bico e ele se rendeu, isso nunca falha, o lance do bico é único. Entramos e apertamos os trocinhos, e começou a andar.



Jus: Eu ainda não concordo com isso.
Eu: Não se preocupe.
Sel: É, logo você perde esse medo. - Ri pelo nariz e ele assentiu -
Jus: UHUUUUUUUUUUUUUUUUL!
Eu: Tá vendo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário