18 de jun de 2014

Impossible Love - 17

 http://blog.groupon.pt/files/2012/07/tumblr_lwxk7jGjbi1qdkjypo1_500_large.jpg

Justin me selou e em seguida o pessoal entrou. Eles estavam sonolentos, e as meninas com cara de preocupação. Eles fecharam a porta e vieram até mim.

Miley: sua maluca, porque foi bater naquela coisa
Cait: podia ser um homem
Jas: imagina se ''ele'' tivesse pegado mais pesado
Eu: oi meninas, oi meninos
Todos: oi
Jus: quer ficar sozinha com elas amor ?
Eu: não, eu quero ficar perto de você
Jus: tabom -ele beijou minha mão-
Miley: me fala o que houve com você guria -ela disse preocupada-
Eu: eu apenas bati a cabeça, quebrei um braço, perdi um feto dentro de minha barriga e estou com um tumor no utero -disse rapido, mas elas entederam-
Todos: como assim perdeu um feto ? -eu abaixei a cabeça-
Eu: eu estava grávida -todos abriram a boca em um 'O'-
Miley: sua maluca, e os remedios que eu te dei ?
Eu: eu esqueci
Cait: mas não faz um mês que vocês se conhecem, ou faz ?
Eu: não, ele tinha alguns dias
Jas; e como você está ?
Eu; meio abalada, já que nunca passei por isso, mas até que foi bom
Chaz: como foi bom ?
Eu: ele ou ela, iria vir em mal hora, imagina um bebê crescer no meio de criminosos. Se quisermos ter um filho, será bem, mas bem para frente.
Miley: mas e o tumor no utero ? -ela disse baixo-
Eu: depois que eu sair do hospital, terei 5 dias para me arrumar e me despedir de todos
Miley: você vai pra onde ?
Eu: para uma clinica, ficarei lá até o tumor sair
Miley: como eu irei viver sem minha cadela favorita ?
Eu: você tem á eles, sei que vai se virar muito bem sem mim
Jas: você tem mesmo que ir ?
Eu: sim
Cait: mas o que um tumor pode causar ?
Eu: eu não posso ter filhos
Miley: voc~e sempre sonhou em construir uma familia -ela disse triste-
Eu: e esse sonho só irá se realizar se eu for para a clinica

Todos ficaram quietos no quarto. Os meninos estavam sentados no sofá, todos estavam dormindo, era engraçada a cena, pois eles dormem rápido. Justin ficava me olhando, em seu olhar percebi tristeza. Eu abaixei a cabeça. Segundos depois o médico entrou.

Dr: boas noticias Sr.Adams
Eu: quais ? -todos esperam anteciosos pela resposta-
Dr: você irá ir para a clinica em uma semana
Eu: e qual a boa noticia ?
Dr: você se recuperou muito bem, hoje ficará de observação , amanhã de manhã você poderá sair
Eu: sério ?
Dr: sim, mas em uma semana, você terá que voltar aqui, aí te encaminharemos para a clinica
Eu: onde fica a clinica ?
Dr: Em Londres
Eu: O QUE ? LONDRES ? TA LOUCO ? O QUE EU VOU FAZER EM LONDRES.
Dr: lá em Londres tem a melhor clinica de tumores no mundo, é a melhor, e eu já cuidei de sua documentação
Eu: obrigada Doutor -disse triste- e quanto tempo dura o tratamento ?
Dr: 2 anos
Eu: tudo isso?
Dr: sim
Eu: será mesmo preciso ?
Dr: você quer ser mãe um dia não quer ?
Eu: quero
Dr: bom, vou deixar vocês á sós, é, visitas, vocês tem 15 minutos
Todos: ok

O clima ficou tenso, as meninas me faziam diversas perguntas, mas eu não conseguia responder todas. Depois dos 15 minutos elas saíram, deixando apenas eu e Justin.

Eu: me desculpe
Jus: para de se desculpar, você não tem culpa
Eu: vamos ficar dois anos separados
Jus: vai ser bom
Eu: como assim ?
Jus: terei tempo o suficiente para me vingar dos meus inimigos sem você por perto -abaixei a cabeça-
Eu: se eu te atrapalho tanto, porque não me disse antes ?
Jus: você não me atrapalha -ele segurou meu queixo- ergue a cabeça, se não a coroa cai -sorri fraco- vai ser melhor, assim você não correrá risco de se machucar
Eu; mas eu quero te ajudar Jus -puxei mais seu rosto para mim-
Jus: você vai me ajudar, se recuperando na clinica
Eu: tem certeza ? é lá em Londres
Jus: sim, eu tenho, quer ficar sozinha com a Miley ?
Eu: eu quero é ficar sozinha com você

Eu o puxei, fazendo ele ficar por cima de mim, no começo ele hesitou, mas depois se entregou. O puxei, apenas com uma mão, colando nossos corpos e em seguida nossos lábios. Sem muita cerimonia, pedi passagem com a língua e ele rapidamente cedeu. Suas mãos encontravam-se em meu rosto, que as vezes, sem ele perceber, desciam e acariciavam minha perna, eu desci minhas mãos e dei uma apertada em sua bunda, ele riu, e em seguida me selou e nos separou por uns segundos.

Jus: safada -eu apertei de novo- pode parar ?
Eu: não, eu adoro apertar -ele gargalhou- é tão grande
Jus: o que ?
Eu: sua bunda -ele gargalhou mais ainda, eu não aguentei, e ri tambem-
Jus: mais que a sua não é
Eu: é sim, olha o tamanho disso -disse passando a mão e ele riu-
Jus: eu quem deveria estar fazendo isso em você -ele disse manhoso-
Eu: se não estivessimos nessa bendita cama de hospital, e esse bendito hospital, poderiamos fazer muito mais coisas -ele riu-
Jus: tomou alguem remedio ?
Eu: que tipo de remedio ?
Jus: aqueles que tomam para ter animo sexual -eu gargalhei-
Eu: não, não tomei
Jus: que fogo é esse então meninas ?
Eu: não respondo pelas minhas ações quando estou perto de ti gato -ele riu-
Jus: eu não irei conseguir ficar sem você -ele me puxou pela cintura e colou nossos corpos-
Eu: e eu que estarei em Londres, em um lugar cheio de gatinhos europeus e não poderei beijar ou transar com nenhum deles ? -disse inconformada e ele me olhou confuso-
Jus: porque não ?
Eu: porque eu tenho o namorado mais perfeito do mundo, e ninguem irá te substituir
Jus: será ?
Eu: obvio que sim -passei a mão em seu lábio e ele mordiscou- você é unico
Jus: sou ?
Eu: sim
Jus: você é unica, perfeita, gostosa, linda, maravilhosa, carinhosa e safada -eu ri-
Eu: eu te amo
Jus: eu tambem te amo

Em seguida nos beijamos.




















continua ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário