18 de jun de 2014

Impossible Love - 16

 http://24.media.tumblr.com/004595895bb9f1e9721a8ab873cf68e0/tumblr_msq7nxUQga1shhisdo1_500.jpg


Ele me olhou, percebi em seu olhar preocupação, ele abaixou a cabeça e fechou a porta em seguida. Ele veio caminhando lentamente até mim, eu sorri e ele apenas ficou passando a mão em meu rosto.

Eu: oi
Jus: oi
Eu: ta bravo comigo ?
Jus: porque eu estaria ?
Eu: eu estraguei a noite
Jus: não fique se culpando -ele colocou a mecha de meu cabelo atrás da orelha- eu faria a mesma coisa se um homem qualquer desse em cima de você -eu ri- mas.. você está bem ?
Eu: sim, quer dizer, mais o menos
Jus: porque anjo ?
Eu: meu braço está quebrado e minha barriga doi muito
Jus: mas o que o médico disse ?
Eu: eu acabei de acordar, por falar nisso, á quanto tempo estou aqui ?
Jus: agora são quase 7:00am, então umas três horas mais o menos -eu estiquei meu outro braço e alisei seu rosto-
Eu: você deve estar exausto, seus olhos estão vermelhos
Jus: eu dormi um pouco
Eu: e o pessoal ?
Jus: Chaz, Ryan e Chris estão cochilando no colo das meninas, e elas estão preocupadas com você
Eu: porque falou para eles ?
Jus: eu não sabia o que fazer
Eu: você é muito fofo sabia ? -eu alisei seu rosto e fui aproximando seu rosto do meu-
Jus: e você é muito ciumenta sabia ? -ele fez carinho em meu rosto e em seguida me selou-
Eu: só isso ? -disse manhosa-
Jus: você quer o que ?
Eu: um beijo descente
Jus: e você está me devendo uma sabia ? -ele disse malicioso-
Eu: se eu não estivesse nessa merda de maca eu poderia te aliviar, mas á essa altura você deve ter melhorado né ?
Jus: eu tive né -eu ri-
Eu: agora me beija ? -disse manhosa-
Jus: ta ta

Ele foi se aproximando e finalmente nossos lábios se encontraram, eu pedi passagem e ele cedeu, estavamos nos beijando á minutos, eu o puxava, mas toda vez ele se afastava. Irritada com isso parei de beija-lo.

Jus: que foi ? -ele pegou uma cadeira e se sentou ao meu lado-
Eu: porque se afastava ?
Jus: não quero te machucar
Eu: fala sério  né Justin
Jus: to falando sério, você está toda arranhada, cheia de curativos, como vou toca-la ?
Eu: com a mão
Jus: mas eu poderia te machucar mais

Nisso alguem bate na porta, eu disse um ''entra'' era um homem de jaleco branco, ele aparentava uns 40 anos.

xx: Olá, sou o Dr. Cullen
Eu: oi -disse seca-
Jus: olá doutor, o que a Sn tem ?
Dr: primeiramente eu quero saber o que aconteceu
Eu: bom, nós estavamos saindo de um lugar, aí uma vadia deu em cima de meu namorado, daí eu bati nela, ela bateu em mim, aí eu caí em cima de meu braço, ela me deu chutes em minha barriga que ainda doí, eu bati minha cabeça no chão e estou aqui. Mas não pense que só eu apanhei, a vadia está deformada, creio que bem melhor do que a cara de bode que ela ou ele tinha -Disse rapido e ele riu-
Jus: viu doutor ? namorada incrivel a minha, nenhum pouco ciumente -disse ironico-
Eu: cala boca
Dr: bom, pelo o que eu entendi, a mulher poderia ser um homem ? -ele disse confuso-
Eu: não sei bem, mas o corpo dela não era fisicamente de uma mulher, seu pé era enorme, suas mãos cheias se calo, um cabelo que facilmente saia, provavelmente peruca, um vestido curtissimo, um cilios postiço enorme e eu notei que ela tem aquele negocio no pescoço, e sim, ela tinha os ombros bem largos
Dr: -ele riu, Justin dava gargalhadas- você está bastante machucada, possivelmente era um homem
Eu: sabia
Dr: mas então Sr. Adams, pelo que vejo, você está bem, eu fiz uns exames, tirei raio-x, fiz ultrasson, enfim, fiz um checape em você.
Eu: e ... ?
Dr: sua cabeça foi apenas uma batida, sorte que não atingiu a parte mais importante, mas devido as dores e o impacto da batida que você desmaiou.
Eu: e a dor na barriga ? -o médico suspirou fundo, olhou sua prancheta e em seguida olhou para mim e Justin-
Dr: sinto muito lhe informar, mas você perdeu
Eu: perdi o que ?
Dr: o bebê -eu e Justin arregalamos os olhos-
Eu/Justin: O QUE ? QUE BEBÊ ?
Dr: Sn, você estava grávida
Eu: isso é impossivel, eu conheço o Justin á pouquissimo tempo
Dr: mas vocês nunca transaram sem camisinha ?
Eu: obvio que já, mas eu sempre tomava o remédio
Jus: Sn
Eu: o que ?
Jus: você nunca tomou nenhum remédio aqui em Atlanta, você só tomou quando estavamos em Toronto
Eu: cacete, é verdade -silencio- mas quanto tempo o ''bebe'' -disse fazendo aspas no bebe-
Dr: alguns dias, digamos que ele não tinha nem sua cabeça formada, e mesmo que ele se formasse, seria impossivel você ter o neném
Eu: porque ? -disse preocupada-
Dr: sinto muito lhe informar, você tem um tumor no utero
Eu: e como eu ''engravidei'' ?
Dr: você sabe como engravidou, mas o bebê morreria dentro se sua barriga se você ficasse grávida
Eu: e o que eu vou fazer ? eu quero ser mãe um dia, eu quero ter uma familia -comecei a chorar-
Dr: eu aconselharia a adoção, ou um tratamento
Eu: quero o tratamento, me diz o que fazer e quando começar
Dr: vou providenciar isso -ele estava saindo, mas eu o chamei-
Eu: obrigada, posso receber visitas ?
Dr: claro, vou chama-los -ele ia sair mas novamente o chamei- sim ?
Eu; eu ficarei quanto tempo aqui ?
Dr: no maximo uma semana
Eu: e o tratamento, começa quando ?
Dr: mais o menos uns cinco dias depois que você sair daqui
Eu: obrigada
Dr: -ele sorriu- qualquer coisa me chamem -ele saiu-

Eu continuei a chorar, mas aí pensei que depois do tratamento, tudo melhoraria, então respirei fundo, limpei meus olhos e olhei para Justin, eu estava olhando o nada e permanecia imovel.

Eu: amor ?
Jus: fala -ele balançou a cabeça e me deu a mão-
Eu: nós iriamos ter uma familia
Jus: mas Sn, temos 19 anos
Eu: mas se não fosse esse tumor e essa briga eu estaria grávida
Jus; eu odeio ter que falar isso, mas foi melhor perder esse bebê
Eu: porque ?
Jus: sou um criminoso, enquanto não me estabelizar, seria impossivel ter um filho
Eu: pensando nesse caso, tambem concordo
Jus: você vai mesmo fazer esse tratamento ?
Eu: é melhor
Jus: vou ficar quanto tempo longe de você ?
Eu: eu não sei -abaixei a cabeça-
Jus: eu irei te esperar
Eu; sempre terei noticias ?
Jus: sempre
Eu: iremos nos falar ?
Jus: toda hora
Eu: você vai ficar com outras ?
Jus: quer que eu fique na seca ?
Eu: quero, porque eu tambem vou ficar
Jus: isso eu não prometo
Eu: tabom né, eu não irei fazer nada
Jus: você vai se recuperar logo
Eu: eu espero





















continua ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário